Vida Saudável

Atividade física durante a gestação 

Olá Pessoal, tudo bem com vocês?

Hoje falarei sobre Atividade Física vs GESTAÇÃO, um tema que ainda é muito polêmico e que contém algumas dúvidas.

Vamos lá…

É indicado a pratica da atividade física durante a gestação?

– Sim, muito indicado a pratica da atividade física durante a gestação, pois previnem algumas doenças como, diabetes, obesidade, problemas reumáticos e posturais. O exercício físico contribuirá para adaptação de nova postura física, refletindo-se em maior habilidade durante a prática da atividade física e do trabalho diário.

Quais são os benefícios da atividade física para gestante?

• Melhora a circulação sanguínea;

• Redução o inchaço;

• Fortalecimento da musculatura abdominal;

• Melhora a postura;

• Contribui para o funcionamento do intestino;

• Diminuição das dores lombares;

• Controle do peso;

• Prepara o corpo para o crescimento do bebê;

• Facilita a recuperação pós-part

 

Gestantes diabéticas podem realizar exercícios físicos?

Gestantes que apresentam diabetes gestacional, a atividade física pode contribuir para manter os níveis glicêmicos normais.

Outro dado importante é que parece que o excesso de peso corporal pode ser um elemento contrário aos benefícios da atividade física para gestante. Segundo Dve et al., que estudaram a prática da atividade física durante a gestação como forma de prevenção de diabetes gestacional, somente depois de controlado o efeito do Índice de Massa Corporal(IMC) foi encontrada associação entre a prática de atividade física e o não surgimento de diabetes gestacional. Outros autores concluíram que o peso expresso através do IMC foi determinante para o surgimento da patologia.

A prática de atividade física também trouxe benefícios para gestantes já portadoras de diabetes mellitus sob controle , estudos demonstram que o exercício físico praticado durante a gestação para este grupo trouxe uma melhora nos níveis glicêmicos especialmente na fase final da gestação.

 

Qual são os tipos de atividade física recomendada para gestantes?

O American College of Obstetricians and Gynecologists, recomendou que a atividade física desenvolvida durante a gestação, tenha por características exercícios de intensidade regular e moderada, com o programa voltado para o período gestacional em que se encontra a mulher, com as atividades centradas nas condições de saúde da gestante, na experiência em praticar exercícios físicos e na demonstração de interesse e necessidade da mesma.

 

 

Quais são os tipos de atividade física não recomendada para gestantes?

Alguns exercícios físicos merecem recomendações especiais sobre o desenvolvimento de sua prática ou contra-indicação neste período. A intensidade do exercício deve ser monitorada de acordo com os sintomas que a gestante apresentar. Esta intensidade se revela através da demanda sobre o sistema cardiovascular.

A relação a seguir apresenta alguns tipos de exercícios físicos e/ou situações não recomendadas para a prática durante o período gestacional:

A. Qualquer atividade competitiva, artes marciais ou levantamento de peso;

B. Exercícios com movimentos repentinos ou de saltos, que podem levar a lesão articular;

C. Flexão ou extensão profunda deve ser evitada pois os tecidos conjuntivos já apresentam frouxidão;

D. Exercícios exaustivos e/ou que necessitam de equilíbrio principalmente no terceiro trimestre;

E. Basquetebol e qualquer outro tipo de jogo com bolas que possam causar trauma abdominal;

F. Prática de mergulho (condições hiperbáricas levam a risco de embolia fetal quando ocorre a descompressão);

G. Qualquer tipo de ginástica aeróbica, corrida ou atividades em elevada altitude são contra-indicadas ou, excepcionalmente aceitas com limitações, dependendo das condições físicas da gestante;

H. Exercícios na posição supino, após o terceiro trimestre podem resultar em obstrução do retorno venoso.

 

TRABALHO DE PARTO E PREMATURIDADE

A literatura consultada abordou três aspectos principais na relação entre atividade física e trabalho de parto: risco de parto prematuro, facilidade do trabalho de parto com melhor recuperação pós-parto e redução do número de cesáreas.

Acreditava-se que a prática da atividade física durante a gestação pudesse estimular indiscriminadamente a contração uterina, promovendo a antecipação do trabalho de parto. Todavia, parece haver consenso de que a prática de atividade física monitorada durante a gestação não contribui para a prematuridade. Sternfeld, consultando diversos estudos, argumentou que o efeito da estimulação da noradrenalina, que ocorre com a atividade física, pode ser neutralizado tanto com o aumento de catecolaminas nas gestantes, como através dos níveis de catecolaminas fetais que permanecem estáveis à estimulação da noradrenalina materna, protegendo o feto do excesso de atividade uterina.

Bishop et al., também são de opinião contrária ao efeito de prematuridade, acreditando que a atividade física regular fortalece a musculatura pélvica, sendo mais um fator a proporcionar nascimentos a termo. Para esses autores, a idade, paridade e aderência ao programa assistencial são fatores que desempenham papel decisivo no risco para partos prematuros. Para Dye e Oldenettel, o monitoramento constante das condições físicas das gestantes durante o desenvolvimento das atividades físicas regulares, pode cumprir importante papel na determinação da idade gestacional. Os autores basearam esta afirmativa em estudo epidemiológico de revisão de literatura desde 1990.

 

E para finalizar, você futura mamãe ou já é mamãe e quer ser mamãe novamente, antes de realizar qualquer atividade física procure seu médico para saber se está apta ou não para a realização de exercício físico.

Obrigada e até semana que vem!!!!

 

Por Maria Silvia Scalzo 

CREF 097881-G/SP

Clinica Corpore 

‪(14) 98132-5705‬

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply