Vida Saudável

DICAS PARA DEFINIÇÃO MUSCULAR


  • 1 – Calorias são o fator determinante

Existem inúmeros truques que você pode usar na queima de gordura, contudo o que realmente decidirá se você perderá gordura ou não é a quantidade de calorias ingeridas. Para forçar o corpo a usar a gordura como fonte de energia é necessário gerar um déficit calórico/energético, ou seja, comer menos calorias do que você gasta durante o dia.

  • 2 – Proteínas são ainda mais importantes na fase de definição

Quando cortamos calorias para gerar definição, o corpo acaba queimando pequenas quantidades de aminoácidos das proteínas ou do próprio músculo para gerar energia. Isto é normal, contudo podemos evitar esta perda prestando atenção ao consumo de proteína que deve ser ainda mais regrado nesta fase.

  • 3 – Dietas agressivas não são o caminho

Muitas pessoas, quando percebem que a queima de gordura só ocorre quando privamos o corpo de energia, fazem a loucura de cortar drasticamente a quantidade de calorias para acelerar a perda de peso. A lógica faz sentido, contudo esta prática além de desperdiçar massa muscular, pode bagunçar o seu metabolismo forçando-o a entrar em “modo de emergência” facilitando o acúmulo de gordura e gerando o efeito contrário a longo prazo. É possível gerar queima de gordura com pequenos cortes de calorias, variando de 200 a 500 por dia. Lembre-se, quanto mais “lento” for o processo de definição, mais massa muscular será preservada e melhor será o resultado final.

  • 4 – Termogênicos são uma ótima ferramenta

As substâncias encontradas nos termogênicos estimulam o sistema nervoso central, aumentando a produção de noroepinefrina, que facilita a liberação de células de gordura para serem queimadas. De quebra, os termogênicos evitam que o metabolismo desacelere devido a privação de calorias e ainda geram uma boa disposição para enfrentar os treinos.

  • 5 – “Zerar carbo” não é sinônimo de definir

Zerar carboidratos na dieta é algo que, a não ser sob protocolos específicos, como uma necessidade de depleção de glicogênio e, consequentemente perda de água (em pre-contest), jamais deve ser realizado por indivíduos que não sabem ao certo o que estão fazendo. Devemos saber que, além do impacto físico, os efeitos metabólicos perante a restrição severa de carboidratos podem ser extremamente prejudiciais para o corpo humano, entre elas, as que envolvem a diminuição nos níveis de serotonina no corpo, uma possível hipoglicemia que, inclusive pode acarretar problemas de tireoide, uma colapse cerebral, visto que, em casos extremos e, apenas extremos o cérebro usa como energia os corpos cetônicos, mas, mesmo esses são extremamente tóxicos ao tecido cerebral, entre outros vários.

  • 6 – DORMIR PARA DEFINIR!

O sono regular e contínuo é fundamental para estimular o crescimento muscular, assim influenciará na definição também”, afirma Maria Scalzo. Enquanto você dorme acontece a reparação das células que se desgastaram durante o treinamento, por isso quanto mais intenso o treino mais importante é o sono. É durante o sono que o corpo produz o hormônio do crescimento (GH) e faz a síntese proteica, processos essenciais para a hipertrofia. O descanso também é o que vai permitir que você tenha o corpo da forma ideal para o treinamento do dia seguinte.

  • 7 – A GORDURA “ESCONDE” OS MÚSCULOS

A aparência dos músculos está relacionada a uma baixa camada de gordura abaixo da pele”. Se você ganhar músculos sem perder gordura vai desenvolver uma aparência mais inchada, mas para ter definição é preciso fazer um trabalho de perda de gordura. Por isso, quando se pensa em definição, é mais importante olhar as medidas do que o peso em si, porque o seu treinamento pode estar fazendo você ganhar peso (de músculos), mesmo perdendo gordura.

Semana que vem minha Personal Trainer irá passar alguns exercícios para definição muscular, e dicas de periodização fiquem ligados e até semana que vem… Bjus bjus

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply